Séries para descobrir o mundo, estimular a criatividade e organizar a vida.

Os canais de streaming têm tomado conta da televisão. E algumas séries são uma verdadeira viagem ao redor do mundo.
Outras, incentivam o lado artístico de quem assiste, com desafios de arquitetura e de design de interiores.

As casas mais fantásticas do mundo

Imagine uma casa construída na Grécia, com vista para o mar, totalmente subterrânea? Ou uma asa de avião como telhado?
Que tal caminhar pelos alpes suíços e encontrar uma casa enterrada na montanha, como a de um Hobbit?

A série As casas mais extraordinárias do mundo, exibida na Netflix, tem tudo isso e muito mais.
O arquiteto Piers Taylor e a atriz e corretora de imóveis Caroline Quentin são os anfitriões desta aventura.

A primeira temporada conta com quatro episódios de 59 minutos cada. Montanha, Floresta, Litoral e Subterrâneo são os temas.

Construções dos sonhos

O título do seriado não mente nem exagera. As casas mostradas nos episódios, são, de fato, projetos de sonhos.
Cada um dos proprietários é entrevistado. Dão seus depoimentos sobre como pensaram, pagaram e executaram as construções.

Claro que a realidade financeira de cada uma daquelas famílias é bem distante do senso comum.
Isto não tira o status de sonho realizado. E dá vontade de perguntar se não há quarto de hóspedes disponível!

Para quem ama design de interiores

Uma outra série disponível no streaming é The Great Interior Design Challenge (O grande desafio de design de interiores, em tradução livre).

Nesta produção, designs amadores são convidados para enfrentar desafios e superar baixos orçamentos e exigências dos proprietários.
A série é, na verdade, a compilação de um reality show britânico. Uma gincana de design para escolher o melhor design amador da Grã-Bretanha.

A competição acontece desde 2014 e o apresentador é Tom Dyckhoff – historiador de arquitetura, escritor e radialista.
Os jurados são Sophie Robson, jornalista e design; e Daniel Hopwood, presidente do Instituto Britânico de Design de Interiores (sim!).

O divertido desta série é a forma como os jurados e o apresentador lidam com as situações enfrentadas pelos designs.
Bom humor, inspirações e, de quebra, um passeio pelas belas e históricas casas da Inglaterra e do interior da Grã-Bretanha.

Casa em ordem, Vida em ordem

E não poderíamos deixar de citar o fantástico seriado com a japonesa mais querida do mundo da organização doméstica: Marie Kondo.
Lançado pelo Netflix, o seriado traz a mestre em organização, inventora do método KonMari, ajudando famílias a entrarem nos eixos.

O interessante é que o método de Marie Kondo vai além de simplesmente separar objetos e dobrar roupas.
Cada etapa envolve um mergulho profundo na relação pessoa x objeto, e nos leva a reconsiderar os motivos de possuirmos aquelas coisas.

São 8 episódios, cada um com uma família de diferentes configurações. Todas com problemas de organização que impactam nas relações.
O mais interessante é que o método que Marie ensina é simples, embora demande disciplina. Mas, com certeza, é inspirador!

Por | 2019-01-12T09:05:46+00:00 12/janeiro/2019|Sem categoria|Nenhum comentário