HOME OFFICE

Para muitas pessoas, o Home Office não é uma novidade. Com os avanços da tecnologia e a flexibilização do trabalho, muitas pessoas já aderiram esta forma de trabalho e dedicam espaços especiais em casa para seus escritórios.

No Brasil a prática do home office tem crescido exponencialmente entre profissionais de todas as áreas. Segundo pesquisas realizadas no mercado, 55% dos brasileiros já atuam em casa pelo menos uma vez por semana. E nessa época de isolamento social que estamos vivendo, uma das soluções mais adotadas pela maioria das empresas é o Home Office.

O modelo de trabalho oferece uma série de vantagens, mas existem alguns pontos a serem observados para quem quer adotar a prática do trabalho remoto em casa. E como reinventar os espaços que já temos para transformá-los também em escritório?

Imagem 1: Projeto de decoração residencial – Escritório – RYSC Arquitetura.

1. Delimite um espaço para trabalhar

Mesmo que sua casa ofereça vários lugares para trabalhar, é importante limitar apenas um espaço fixo para execução das tarefas de trabalho. E o mesmo serve para aqueles que não têm tantas opções e que precisam compartilhar várias tarefas em um mesmo espaço.

Imagem 2: Projeto de decoração residencial – Escritório – RYSC Arquitetura.

Quando associamos o espaço a uma certa atividade, tendemos a nos comportar de forma apropriada para tal. Portanto, definir o local de trabalho ajuda na concentração para realizar as tarefas e na criação de uma rotina adequada.

Outro fator de grande importância na escolha do local de trabalho é se manter longe de distrações. Definir um espaço no qual seja possível se manter isolado por algumas horas é essencial para a concentração e o rendimento.

2. Invista em iluminação

A iluminação é extremamente importante e determinante para locais de trabalho, tanto a natural quanto a artificial. Uma boa dica é posicionar a mesa de trabalho próxima à janelas, garantindo luminosidade e ventilação natural. O uso de cortinas ou persianas podem também ajudar a controlar a entrada de luz.

Já quando o assunto é a iluminação artificial, o ideal é definir um ponto de luz centralizado no ambiente que vai garantir uma iluminação geral mais intensa.  O uso de pendentes, fitas de led embutidas na marcenaria sobreposta ou luminárias de mesa geram pontos de luz focal e direta sobre a mesa e auxiliam uma boa iluminação para leitura.

É importante observar também a temperatura de cor das lâmpadas que é  medida em graus Kelvin (K). A luz branca morna é ideal para ambientes de escritórios, por isso opte por lâmpadas com temperatura de cor em torno de 3000K, para iluminar o suficiente sem perder o aconchego que o ambiente pede.

Imagem 3: Projeto de decoração residencial – Biblioteca – RYSC Arquitetura.

3. Ergonomia

A ergonomia do trabalho estuda a relação do ser humano com o ambiente em que ele se encontra. É importante avaliar principalmente a mesa e a cadeira que serão utilizadas:

A bancada deve ter uma altura e profundidade onde seja possível apoiar o cotovelo para não forçar o ombro e a coluna. A altura adequada é de 75cm e a profundidade varia entre 50cm para notebook ou 60/70cm para quem trabalha com desktop.

A cadeira deve ser confortável e ergonômica, garantindo uma boa postura. O melhor é que ela tenha braços e assento regulável, e que suas pernas formem um ângulo de 90 graus.

Imagem 4: Projeto de decoração residencial – Escritório – RYSC Arquitetura.

4. Mantenha a organização

A organização é indispensável. Quanto mais organizado for o espaço, menos são as distrações e maior será a produtividade. Prateleiras, basculantes e nichos são marcenarias fixas ideais para essa função, além de ressaltar a decoração do ambiente. Murais ou paredes com pintura de acabamento lousa, são perfeitas para deixar listas de atividades e anotações organizadas em lugar visível.

Imagem 5: Projeto de decoração residencial – Biblioteca – RYSC Arquitetura.

Além de todos esses fatores é importante também que o espaço seja prazeroso,  aconchegante e que possa refletir o perfil do trabalho e a personalidade do morador.

Por isso os detalhes fazem toda a diferença para o ambiente de trabalho: a marcenaria planejada, o uso de revestimentos nas paredes, a aplicação de um papel de parede, quadros e placas decorativas são ótimas possibilidades para serem exploradas.

Se inspirou com essas dicas? Reinvente seu espaço de trabalho também!

Por | 2020-04-01T21:56:40+00:00 1/abril/2020|Sem categoria|Nenhum comentário